Ministério da Saúde entrega ambulância em Niterói

A ministra da Saúde, Nísia Trindade, entregou neste sábado (6) uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para Niterói, município do Grande Rio que, há 20 anos, se tornou sede do primeiro Samu regional do país. O Samu Metropolitana II foi lançado em setembro de 2004, para atender a sete municípios. A ambulância entregue faz parte de uma frota de 280 veículos distribuídos para 247 municípios de 24 estados nesta semana. Eles substituem ambulâncias com mais de 7 anos de uso.  Notícias relacionadas:Lula entrega 280 novas ambulâncias para a frota do Samu."Trabalhamos para universalizar o Samu até 2026", diz ministra Nísia.Novos investimentos estão previstos para o Samu por meio do novo Programa de Aceleração do Crescimento (Novo PAC). Além de renovar as frotas, a ideia é ampliar a cobertura do serviço, que funciona pela central 192, de 87,3% para 90,4% da população brasileira em 4 anos. "O Samu é um dos programas do governo federal mais bem avaliados pela população. Mas também tem uma importância nas emergências, com a possibilidade de salvar vidas", disse a ministra.  Durante a cerimônia de entrega da ambulância, também foram incorporados 20 novos leitos ao Hospital Oceânico de Niterói, sendo dez de UTI (terapia intensiva). O hospital municipal foi inaugurado no início da pandemia da covid-19, para atender aos múltiplos casos da doença, mas, com o fim da situação de emergência, passou a integrar a rede permanente de saúde do município.

Jul 8, 2024 - 08:28
 17
Ministério da Saúde entrega ambulância em Niterói

Logo Agência Brasil A ministra da Saúde, Nísia Trindade, entregou neste sábado (6) uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para Niterói, município do Grande Rio que, há 20 anos, se tornou sede do primeiro Samu regional do país. O Samu Metropolitana II foi lançado em setembro de 2004, para atender a sete municípios.

A ambulância entregue faz parte de uma frota de 280 veículos distribuídos para 247 municípios de 24 estados nesta semana. Eles substituem ambulâncias com mais de 7 anos de uso. 

Notícias relacionadas:

Novos investimentos estão previstos para o Samu por meio do novo Programa de Aceleração do Crescimento (Novo PAC). Além de renovar as frotas, a ideia é ampliar a cobertura do serviço, que funciona pela central 192, de 87,3% para 90,4% da população brasileira em 4 anos.

"O Samu é um dos programas do governo federal mais bem avaliados pela população. Mas também tem uma importância nas emergências, com a possibilidade de salvar vidas", disse a ministra. 

Durante a cerimônia de entrega da ambulância, também foram incorporados 20 novos leitos ao Hospital Oceânico de Niterói, sendo dez de UTI (terapia intensiva). O hospital municipal foi inaugurado no início da pandemia da covid-19, para atender aos múltiplos casos da doença, mas, com o fim da situação de emergência, passou a integrar a rede permanente de saúde do município.

What's Your Reaction?

like

dislike

love

funny

angry

sad

wow